fiatjaf

Na produção escrita da ciência social brasileira, qual é o livro mais atual e urgente? Voto neste, que, publicado 13 anos atrás, ainda não entrou na pauta de interesses da classe letrada, em que deveria ocupar um dos primeiros lugares: Dialética do Irracionalismo - Pareto e seu confronto com Marx, de Nelson Mello e Souza (Nova Fronteira, 1985). Motivos: 1) é o único livro brasileiro sobre Vilfredo Pareto, um dos fundadores da sociologia; 2) examina sem preconceitos um autor que foi colocado na geladeira desde que Mussolini, sem autorização dele, se nomeou seu discípulo; 3) a própria sociologia de Pareto, com sua sondagem do irracionalismo coletivo e sua distinção entre o conteúdo e a aparência social das idéias, revela como e por que alguém vai parar na geladeira sem tê-lo merecido – o que já dá, por antecipação, a explicação do destino reservado não só às obras do próprio Pareto como também a esse livro de Nelson Mello e Souza. Equal glória é maior para um livro que a de provar, por sua carreira, a veracidade do seu conteúdo? OLAVO DE CARVALHO